Ferramentas Pessoais
Acções do Documento

Áreas de Conservação

Os objectivos do sistema de Áreas de Conservação são: Conservar os ecossistemas, habitat, biodiversidade e recursos naturais para o benefício das gerações presentes e futuras e, em segundo plano, contribuir para o desenvolvimento sócio-económico e para o bem-estar dos ciadãos através do turismo doméstico e internacional, disponibilizando produtos de vida selvagem e outros recursos naturais para o consumo local.


ÁREAS DE CONSERVAÇÃO DA PROVÍNCIA DE SOFALA

Nome Tipo de propriedade Forma de Gestão Contacto Localização Área Ocupada
Parque Nacional da Gorongosa Pública/ Estatal Mista (MITUR e Fundação Gregory Carr)
Distrito da Gorongosa
Reserva Especial de Marromeu Idem Estatal
Distrito de Marromeu 1500km2
Coutada Oficial número 5 Idem Privada (Sociedade Eko Turismo Gorongosa, Lda)
Distrito de Machanga 6.868km2+
Coutada Oficial número 6 Idem Privada (Moçambique Safaris)
Distrito de Caia/Cheringoma 4.563km2*
Coutada Oficial número 10 Idem Privada (Bahati Adventure, Lda)
Distrito de Marromeu/Muanza 2.008km2@
Coutada oficial número 11 Idem Privada (Promotur, Lda)
Distrito de Marromeu 1.928km2#
Coutada Oficial número 12 Idem Privada (Companhia de Moçambique)
Distrito de Cheringoma 2.963km#
Coutada Oficial número 14 Idem Privada (Nyati Safaris, Lda)
Distrito de Marromeu 1.353km2#
Coutada Oficial número 15 Idem Privada (Great Eart Safaris Mozambique, Lda)
Distrito de Maríngue 2.300km2#

*De acordo com a Portaria número 14 096, publicada no Boletim Oficial número 28, de 9 de Julho de 1960

#De acordo com a Partaria número 22097, publicada no Boletim Oficial número 16, de 19 de Abril de 1969

+De acordo com a Portaria número592/72, publicado no Boletim Oficial número 64, de 30 de Maio de 1972

@ De acordo com a Portaria número 14.715, publicado no Boletim Oficial número 5, de 4 de Fevereiro de 1961

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PARQUE NACIONAL DA GORONGOSA

COMPLEXO DE MARROMEU

O Complexo de Marromeu, que é constituido pelas Coutadas Oficiais nº 10, 11, 12, 14 e a Reserva Especial de Protecção de Búfalos de Marromeu, é uma das mais ricas em biodiversidade na região da África Austral, daí que o governo de Moçambique proclamou o Complexo de Marromeu, parte do Delta do Zambeze, como a Primeira Terra Húmida de Importância Internacional em Moçambique mediante a inscrição na Convenção de RAMSAR. A convenção de RAMSAR, é um dos acordos proeminentes Para a protecção e uso sustentável das terras húmidas.

As outras Coutadas Oficiais da Província fora dos limites do Complexo são as Coutadas Oficiais nº 5, 6 e 15.

As Coutadas Oficiais da Província têm um valor bastante elevado de biodiversidade, cobrindo uma vasta série de habitates e contendo uma diversidade de espécies faunísticas, florestas tropicais, mangais, praias do Delta do Zambeze e da costa do Oceano Índico.